PRO(IMPACT)

PRO(IMPACT) – Working towards social impact

2019-3-PT02-KA105-006319

SOBRE O PROJETO

– Resumo

Reconhecem-se, atualmente, problemas e necessidades sociais comuns a diversos contextos e grupos que carecem de resolução. Os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), a título de exemplo, definidos pelas Nações Unidas na Agenda 2030, são objetivos orientados para a erradicação de problemas que limitam a mudança social.

Neste sentido, é crescente o trabalho voltado para a geração de impactos sociais. São desenvolvidas iniciativas transnacionais pelos youth workers e organizações com potencial de impacto social que se refletem como veículo para a transformação da realidade social. No entanto, existe uma lacuna na compreensão de conceitos como impacto social, empreendedorismo e inovação social e da sua transferibilidade para a intervenção junto dos jovens.

Existe uma dificuldade acrescida em dinamizar iniciativas com novos e inovadores modelos de intervenção social cujas linhas orientadoras se estruturem pela gestão e avaliação do impacto social, empreendedorismo e inovação social e que, ao mesmo tempo, sejam apelativas à participação dos jovens.

No âmbito do projeto, o problema social tem maior foco na exclusão social dos jovens como consequência da ausência de iniciativas efetivamente impactantes, empreendedoras e inovadoras que abram caminho para resolução dos problemas e necessidades dos jovens e para a consequente transformação da realidade social.

Este problema social é importante e negligenciado e acarreta efeitos como:

– Exclusão social jovem;

– Baixa participação em atividades.

– Necessidades

1) Encaminhar um processo de partilha de know-how, experiências, boas práticas e ferramentas que permitam uma compreensão abrangente do que é o impacto social, o empreendedorismo e a inovação social e de que modo este pode ser gerido pelos youth workers e pelas organizações;

2) Partilhar novas orientações (fundamentadas e validadas por experts) que permitam que o trabalho interventivo dos youth workers e das organizações seja inclusivo e gerador de impactos sociais relevantes, empreendedor e inovador, tornando-se uma referência à larga escala.

OBJETIVOS

1) Promover a inclusão social dos jovens;

2) Capacitar os youth workers para a compreensão, gestão e avaliação de impacto social;

3) Capacitar os youth workers para o desenvolvimento de iniciativas e de projetos impactantes, empreendedores e inovadores, capazes de cativar e apelar à participação dos jovens;

4) Promover uma intervenção de qualidade e de referência transnacional por parte dos youth workers e das organizações junto dos jovens;

5) Promover a partilha de know-how, experiências, boas práticas e ferramentas voltadas para a geração de impacto social, para o empreendedorismo e para a inovação social no âmbito juvenil;

6) Promover a incorporação de metodologias e de métodos de trabalho da educação não formal, informal e formal que incitem a transformação da realidade social.

PARCEIROS

espanha
portugal
estonia
italia
macedonia
grecia
polonia

ATIVIDADES

– Atividades

O projeto engloba 3 atividades:

1) Sessões locais de preparação;

2) Seminário (mobilidade transnacional);

3) Sessões de avaliação e disseminação dos resultados.

O projeto PRO(IMPACT) assume um conjunto de atividades – sessões locais de preparação, seminário e sessões de avaliação e disseminação dos resultados – que serão de cariz local e de cariz transnacional.

Especificamente, podemos assumir que as sessões locais de preparação e as sessões de avaliação e disseminação dos resultados são atividades locais e que o seminário é uma atividade transnacional (considerando a mobilidade).

– Seleção dos participantes

1) Atividades locais

Para estas atividades não existe, efetivamente, um número máximo de participantes. Partindo de um valor de referência de 15 participantes por organização, cabe a cada uma das partes permitir a participação dos youth workers cuja sua capacidade permita o acompanhamento e o apoio eficaz e eficiente e o ganho de resultados esperados.

2) Atividade transnacional

Para o seminário, o processo de seleção será simplificado. Cada grupo local deverá selecionar, mediante a experiência e o contributo ao longo das atividades de preparação, os 3 youth workers que melhor representam o grupo e aqueles que poderão, após o regresso, partilhar todas as aprendizagens adquiridas.

– Perfil dos Participantes

Youth Workers

. Idade igual ou superior a 18 anos;

. A enfrentar situações de menos oportunidades;

. Experientes e ativos no trabalho com jovens;

. Com responsabilidade na tomada de decisão;

. Com capacidade de disseminar os resultados junto dos agentes sociais;

. Com conhecimento do programa Erasmus+, metodologias e temáticas;

. Orientados para o sucesso do projeto.

Formadores (Seminário)

. Experts na gestão e avaliação de impacto social;

. Capazes de partilhar o seu know-how, experiência, práticas, metodologias e métodos de forma interativa, apelativa e facilmente compreensível;

. Conhecedores e experientes na adequação da metodologia da educação não formal;

. Experientes em projetos e/ou iniciativas de âmbito transnacional;

. Altamente comunicativos e interativos, com adequação do discurso ao grupo-alvo.

– Metodologia

. Educação Não Formal;

. Educação Informal;

. Educação Formal.

A metodologia predominante é a Educação Não Formal. Contudo é privilegiada a articulação entre as metodologias de educação existentes (Educação Formal e Educação Informal).

FOTOS

TIMETABLES

VÍDEOS

RESULTADOS

– Resultados intangíveis

. Competências do quadro de referência das Recomendações do Conselho da UE: inclui as competências literárias; competências multilinguísticas; competências de matemática e competências básicas em ciência, tecnologia e engenharia; competência digital; competências pessoais, sociais e aprender a aprender; competências de cidadania; competências empreendedoras e competências de consciência e expressão cultural.

São, ainda, trabalhadas as competências empreendedoras com recurso ao EntreComp: The Entrepreneurship Competence Framework que inclui 3 áreas de competências, subdivididas em 15 competências:

. Ideias e oportunidades: descoberta de oportunidades; criatividade; visão; valorização de ideias e pensamento ético e sustentável;

. Recursos: autoconsciencialização e autoeficácia; motivação e perseverança; mobilização de recursos; literacia financeira e económica e mobilização dos outros;

. Em ação: ter iniciativa; planeamento e gestão; lidar com a incerteza, ambiguidade e o risco; trabalho com os outros e aprendizagem ao longo da experiência.

– Resultados tangíveis

. Materialização do projeto em resultado tangível: (PRO(IMPACT) – GOOD PRACTICE GUIDE TO SOCIAL IMPACT;

. Materialização de materiais de disseminação do programa Erasmus+ e do projeto.

IMPACTOS

– Impactos

1) Desenvolvimento de competências essenciais para aprendizagem ao longo da vida;

2) Desenvolvimento de competências e de aprendizagens no espectro da gestão e de avaliação do impacto social, com repercussão direta na melhoria das iniciativas e das atividades preconizadas junto dos jovens;

3) Reconhecimento da importância da gestão e da avaliação do impacto social na prossecução da mudança social, através da compreensão das metodologias, dos métodos, das ferramentas e das práticas mais coerentes para o alcance dos resultados e dos impactos sociais;

4) Melhoria da intervenção do trabalho jovem desenvolvido pelos youth workers e pelas organizações, realçado na qualidade e na capacidade de referência transnacional das iniciativas e das atividades implementadas;

5) Adoção de processos de reconhecimento e validação das competências, assegurando a utilização de certificados e de dinâmicas de reflexão e concetualização;

6) Capacidade para trabalho direto e reforçado com os jovens com menos oportunidades.

CERTIFICAÇÃO

– Resumo

A certificação é realizada através do certificado europeu que reconhece e valida as competências desenvolvidas através da Educação Não Formal – o Youthpass.

O certificado Youthpass integra a estratégia de promoção do reconhecimento do processo de aprendizagem não formal da Comissão Europeia para os participantes envolvidos em projetos do programa Erasmus+ e assenta nas oito competências do Quadro de Recomendação do Conselho sobre as Competências Essenciais para a Aprendizagem ao Longo da Vida: inclui as competências literárias; competências multilinguísticas; competências de matemática e competências básicas em ciência, tecnologia e engenharia; competência digital; competências pessoais, sociais e aprender a aprender; competências de cidadania; competências empreendedoras e competências de consciência e expressão cultural.

Em acréscimo, é disponibilizado um certificado de presença do PRO(IMPACT).

– Consultar certificado

DIVULGAÇÃO E DISSEMINAÇÃO

AVALIAÇÃO

– Resumo

Mediante as atividades correntes no processo de monitorização e avaliação, o sucesso do projeto terá reflexo no cumprimento de indicadores e metas em distintos âmbitos do projeto: Comunicação; Parceiros; Participantes; Atividades; Resultados.

Os meios de avaliação caracterizam-se sobretudo pela análise das reflexões, feedbacks e testemunhos dos participantes, organizações do consórcio e outras partes envolvidas (organizações externas e stakeholders) recolhidas ao longo do projeto; Checklists de avaliação; Inquéritos.

– Avaliação Geral

. Envolvimento a 95% dos parceiros (disponibilidade e cumprimento de todos os parâmetros acordados);

. Satisfação de 100% com a parceria;

. Envolvimento a 95% dos participantes (disponibilidade e cocriação de trabalho);

. Realização de sessões de preparação – (símbolo de verificação/ok/check);

. Realização de um seminário – (símbolo de verificação/ok/check);

. Realização de sessões de avaliação e de disseminação de resultados – (símbolo de verificação/ok/check).

. Desenvolvimento de 1 resultado tangível: (PRO(IMPACT) – GOOD PRACTICE GUIDE TO SOCIAL IMPACT);

. Aquisição/ desenvolvimento de novas competências essenciais para aprendizagem ao longo da vida, por parte dos participantes, quando comparadas ao ponto inicial do projeto.

. A. PRO(IMPACT) Seminar Contents – 5

. B. PRO(IMPACT) Seminar Trainer – 5

. C. PRO(IMPACT) Seminar Logistics – 4.5

. D. PRO(IMPACT) Seminar Overall Assessment – 

Projeto cofinanciado pelo Programa Erasmus+ da União Europeia através da Agência Nacional Erasmus+ Juventude em Ação